Atendimento ao cliente

0800 770 1803

Perfuração de Poços Artesianos

perfil-garca-pocos

A perfuração de poços artesianos é um trabalho especializado que exige, além de equipamentos modernos e alta tecnologia, uma equipe de profissionais e técnicos com ampla experiência.

Considerada uma obra de engenharia projetada e construída para a exploração de águas subterrâneas, a perfuração pode atingir até 2.600m de profundidade, sendo total ou parcialmente revestida, conforme as condições geológicas.

A perfuração de poços tubulares deve ser feita por um quadro técnico responsável composto por engenheiro, geólogo, engenheiro de minas ou mesmo engenheiro com atribuições conferidas pelo CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo). Tais profissionais realizam o acompanhamento, desenvolvimento e conclusão de cada obra executada pela Garça Poços Artesianos. Com equipamentos adequados e profissionais capacitados, as perfurações realizadas pela empresa são concluídas mais rapidamente, trazendo ainda mais vantagens.
A Garça Poços Artesianos realiza dois tipos de perfurações:

. em rochas sedimentares – quando os poços perfurados são revestidos totalmente, tendo em seu interior a aplicação de uma coluna de revestimento composta por tubos cegos e filtros e seu espaço anular preenchido por seixos selecionados (pré filtro) com a sua granulometria variando de local para local. Este tipo de perfuração ocorre quando as rochas são de baixa coesão com espaços intergranulares, ou seja, oferecem permeabilidade. Com isso, a água é transmitida por meio da intercomunicação entre os espaços vazios e armazenada. Este tipo de rocha necessita que o poço receba tubos de revestimento liso e filtros para haver transmissão de água para dentro do poço.
. em rochas sãs (cristalina e ígneas) – quando os poços têm revestimento diferenciado, atingindo apenas a parte superior de rocha sedimentar até a rocha sã. Esses tipos de rochas, por terem porosidade e permeabilidade quase nulas, permitem que a água seja transmitida através de descontinuidades representadas pelas fraturas e fissuras geológicas. Essas rochas permitem que as paredes do poço se sustentem drenando a água diretamente para o interior do poço após perfurado. O processo de perfuração prevê ainda a aplicação de uma coluna de revestimento composta por tubo cego e seu espaço anular preenchido por calda de cimento, perfazendo sua selagem sanitária, evitando qualquer tipo de contaminação provinda de infiltração por camadas sedimentares superiores. Após esse processo, a perfuração tem continuidade por dentro do tubo, utilizando-se equipamentos apropriados para perfuração de rochas.

DSC02209

Com o poço tubular profundo concluído e tendo os dados hidrodinâmicos determinados após o teste de bombeamento como NE (Nível Estático), ND (Nível Dinâmico), Q (Vazão Máxima), Qe (Vazão Escalonada), Qs (Vazão Específica), S (Rebaixamento), Rc (Recuperação), perdas de cargas nas canalizações de recalque e elevações, a Garça Poços Artesianos poderá calcular a Altura Manométrica (AM) relacionada à eletrobomba submersa, definindo corretamente o equipamento de bombeamento que entrará em operação, devendo recalcar a água do interior do poço até o reservatório, como também o diâmetro de tubulações de recalque, cabo elétrico e painel de comando.

Com todas as informações cuidadosamente verificadas, a Garça Poços Artesianos efetua a instalação no interior do poço tubular profundo de bombas submersas (submerso a alguns metros abaixo do nível dinâmico). Esse equipamento, que deverá ser compatível com a profundidade e a vazão de exploração do poço, vai bombear continuamente o aquífero em um período mínimo de 24 horas. As bombas submersas oferecem um maior rendimento para poços de qualquer profundidade. O equipamento funciona silenciosamente e requer pouca manutenção quando bem especificado e corretamente instalado.rretamente instalado.

Deseja perfurar um poço artesiano?
Envie seu contato, nós ligaremos o mais breve possível!

Garça Poços Artesianos